Filmes sobre Autoconhecimento

AUTOCONHECIMENTO

  1. substantivo masculino

conhecimento de si mesmo, das próprias características, sentimentos, inclinações etc.

Dentre inúmeras maneiras de buscar o autoconhecimento, abaixo estão algumas que considero importantes:

  • Aconselhamento Pessoal
  • Aconselhamento Vocacional/Profissional
  • Psicoterapira individual ou em grupo
  • Livros
  • Exercícios para se “Explorar”melhor
  • Grupos de estudos focados no assunto
  • Viagens

A “Viagem” será o ponto a ser abordado nessa publicação.

Na minha última viagem pelo mundo de nosso Deus, conheci uma pessoa, e conversando sobre as experiências adquiridas por ai, ele me disse que decidiu fazer uma viagem sozinho para buscar o autoconhecimento. E por experiência própria, viajar é uma maneira muito real de se conhecer.

A partir desse assunto conversado entre nós, me veio a mente escrever sobre filmes que usam a viagem como forma de buscar o autoconhecimento.

1 – LIVRE (WILD) – 2014

Wild

Uma adaptação do livro homônimo de Cheryl Strayed, lançado no Brasil com o título ‘Livre – A Jornada de Uma Mulher Em Busca do Recomeço‘. Após passar pela repentina morte da mãe, o distanciamento da família, o consume de heroína e o desmoronamento do casamento. Quatro anos depois, aos 26 anos, sem nada a perder, tomou a decisão mais impulsiva da vida: caminhar 1.770 quilômetros em busca de autoconhecimento. Seu relato captura a agonia, tanto física quanto mental, de sua incrível jornada; como a enlouqueceu e a assustou e como, principalmente, a fortaleceu.

2 – EU MAIOR – 2013

Eu Maior

O documentário é uma reflexão coletiva através de entrevistas com pessoas de diferentes áreas de atuação, incluindo atores, líderes espirituais e teóricos, sobre questões da sociedade contemporânea e a busca pela felicidade. Visando o exercício de autoconhecimento, os entrevistados dão depoimentos sobre impressões pessoais de conceitos enraizados na sociedade.

3 – COMER, REZAR E AMAR (EAT, PRAY, LOVE) – 2010

eat, pray, love

Liz Gilbert (Julia Roberts) tinha tudo o que uma mulher moderna deve sonhar em ter – um marido, uma casa, uma carreira bem-sucedida – ainda sim, como muitas outras pessoas, ela está perdida, confusa e em busca do que ela realmente deseja na vida.

Em suas viagens, ela descobre o verdadeiro prazer da gastronomia na Itália; o poder da oração na Índia, e, finalmente e inesperadamente, a paz interior e equilíbrio de um verdadeiro amor em Bali. Baseado no best-seller autobiográfico de Elizabeth Gilbert, Comer, Rezar, Amar prova que existe mais de uma maneira de levar a vida e de viajar pelo mundo.

4 – NA NATUREZA SELVAGEM (INTO THE WILD) – 2007

Into the wild

Baseado na história real de Christopher McCandless, que aos 22 anos de idade resolveu se aventurar em meio à natureza, o filme Into the Wild é mais que uma simples crítica para nossa sociedade e nosso estilo de vida; é uma história de resistência que nós todos deveríamos nos inspirar.

Após Christopher realizar os desejos dos seus pais, ele resolve embarcar em uma aventura selvagem, abandona seus pertences capitalista e vai rumo a uma experiência que julga ser a verdadeira liberdade, sem a hipocrisia da sociedade para nos corromper.

5 – MINHA VIDA SEM MIM (Mi VIDA SIN MI) – 2003

Minha vida sem mim

Aos 23 anos, Ann (Sarah Polley) descobre que está com um cancer espalhado pelo corpo e tem apenas 3 meses de vida. Sem contar a ninguém do seu problema e dizendo que está com anemia, Ann faz uma lista de tudo que sempre quis realizar, mas nunca teve tempo ou oportunidade. Ela começa uma trajetória em busca de seus sonhos, desejos e fantasias, mas imaginando como será a vida sem ela.

6 – NAUFRAGO (CAST AWAY) – 2000

Naufrago

Sem as conveniências da vida diária, Chuck Noland (Tom Hanks) tem que encontrar meios de suprir suas necessidades básicas para sua sobrevivência, incluindo água, comida e abrigo. Passados quatro anos, Chuck consegue ser resgatado e voltar para a civilização como um homem profundamente mudado. Ele percebe que perder tudo o que tinha e o que achava que era importante foi a melhor coisa que poderia ter lhe acontecido.

7 – DUAS VIDAS (THE KID) – 2000

Duas-Vidas

Russ (Bruce Willis)tem sua pacata vida como um profissional bem-sucedido virada de cabeça para baixo quando, de forma mágica e inesperada, encontra Rusty, ele mesmo com apenas 8 anos. Rusty um doce e ligeiramente gordo menino que não fica nada feliz ao ver seus sonhos de ser um piloto de avião irem por água abaixo após conhecer sua versão adulta. Porém, o convívio de ambos irá ajudar Russ a relembrar seus sonhos de infância, para que ele possa se tornar o adulto que sonhava ser quando criança.

8 – MINHAS VIDAS – 1983

Minhas Vidas

Shirley MacLaine sai a procura de si mesma, em busca de ligação entre matéria e espírito, pois sentia que faltava em sua vida: um sentido, uma direção, um objetivo. Sua jornada espiritual foi longa, porém reveladora e espantosa em todos os momentos.

Qualquer experiência que passamos na nossa vida é enriquecedora e é de grande importância para o autoconhecimento. Só precisamos ser atentos a tudo. Seja lendo um livro, em um grupo de terapia, grupo de amigos, não importa. Se está acontecendo na sua vida, então é válido e agregador.

Quem conhece a si mesmo é inclinado a valorizar mais a própria vida e fortalecer sua autoestima. Consequentemente, encontra mais confiança e estabilidade emocional.

E você, já buscou seu autoconhecimento?

Cola nessas dicas e compartilhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *